O que colocar na planilha de apostas esportivas?

O que colocar na planilha de apostas esportivas?

Descobrir o que colocar na planilha de apostas esportivas é essencial para manter uma boa organização num cotidiano como apostador. Essa organização, por sua vez, é crucial para reduzir perdas e buscar uma rotina de jogos mais assertiva e consistente.

Apostas esportivas são apaixonantes, e isso pode ser bom e ruim. A parte boa é que sempre se mantêm uma atividade interessante e potencialmente prazerosa. A parte ruim é que o entusiasmo pode conduzir a exageros e perdas que nunca pareceriam razoáveis numa análise racional.

Bônus de boas-vindas de 100% até R$300 🎁

Crie sua conta é deposite via Pix ✅

1- Clique em “CRIAR CONTA” para iniciar cadastro ⚡

2- Clique na opção “Depositar” para fazer um depósito com “Pix” 💳

3- Escolha a opção “Pix” para gerar o boleto 🧾

4- Pague o boleto via Pix com o QR code ou na maneira tradicional, em qualquer banco, caixa lotérica ou através do seu Internet Banking 🏦

A banca é uma solução nesse contexto. É a contabilidade dos valores máximos para apostas, juntamente da atualização de perdas e ganhos, que pode ser feita e atualizada numa planilha de apostas.

Uma planilha de apostas pode conter diversas informações, mas o essencial é registrar as apostas escolhidas e suas consequências. Confira mais detalhes a seguir.

Sugestões de o que colocar na planilha de apostas esportivas

Cada modalidade esportiva e cada mercado de aposta são muito particulares. O futebol tem uma dinâmica diferente do basquete, portanto podem ser mais bem registrados separadamente numa planilha. Você pode separá-los em abas ou tabelas diferentes na mesma planilha.

Dentro de cada categoria esportiva, os mercados podem ser registrados separadamente. Afinal de contas, não faz muito sentido colocar no mesmo “bolo” o dinheiro investido para prever resultados de jogo e para prever quem marcará gols no primeiro tempo: pode ser mais conveniente adotar handicaps com mais frequência em algum deles, levando a aportes, expectativas de lucro e incertezas diferentes.

Essas são algumas sugestões de organização ao considerar o que colocar na planilha de apostas esportivas. Além disso, há a gestão de banca em si. Ela não consiste tanto em elementos a acrescentar na planilha quanto em saber colocar limites às apostas.

Por exemplo: a determinação de uma margem fixa de dinheiro para mercados diferentes para diversificar como estratégia de potencializar ganhos é comum. Nesse contexto, cada “cota” deveria absorver até 10% do capital disponível. Depois de registradas vitórias e derrotas, o valor geral pode ser recalculado e reaplicado em novas apostas em busca de consistência.

Essa é uma ideia de como gerir a banca, mas há mais de um método de gestão de banca. A estratégia Martingale, por exemplo, também é famosa e consiste em assumir o alto risco de dobrar apostas num momento de perda de capital com o objetivo de recuperar o dinheiro perdido (uma aposta maior gera retorno maior, se acertada).

Qualquer que seja sua estratégia para gerir banca, agora você tem noções básicas sobre o que colocar na planilha de apostas esportivas. A organização e a constante consciência de quanto dinheiro entra ou sai faz toda a diferença na hora de evitar perder dinheiro à toa.

Tópicos: